Revista VeZ em Minas

Artigo técnico aborda tratamento de Tripanossomose Bovina

Educação Continuada

Palestra sobre gestação, parto e cuidados neonatais em cães é realizada com apoio do CRMV-MG

Conselho Ativo

Encontro sobre as INs 35 e 55 é realizado com o apoio do CRMV-MG em Patos de Minas

Saúde Pública

Presidente de comissão do CRMV-MG coordena ações de carrapaticida em equinos para controle da Febre Maculosa em Contagem

Revista V&Z em Minas

Artigo técnico aborda resposta de bovinos de corte ao tratamento de enfermidades podais

Conselho Ativo

19/03/2019

Médicas veterinárias do CRMV-MG dissertam sobre ações realizadas em Brumadinho durante reunião com o CFMV

Durante a reunião da Comissão de Medicina Veterinária Legal do Conselho Federal de Medicina Veterinária, as médicas veterinárias dra. Ana Liz Bastos e dra. Laiza Bonela, dissertaram sobre as ações de resgate de animais realizadas no desastre de Brumadinho, que contaram com o apoio do CRMV-MG.  O encontro ocorreu nesta segunda-feira (18), na sede do CFMV, em Brasília, e contou com a participação do presidente do Conselho Federal, dr. Francisco Cavalcanti.

“Além de estarmos compreendendo nosso papel frente aos desastres ambientais, é um momento que a sociedade está visualizando a nossa importância enquanto profissionais. Portanto, é importante estarmos alinhados para que possamos dar passos em direção a essa nova perspectiva da Medicina Veterinária, atuando da melhor forma possível nos desastres ambientais, não somente caso haja rompimento de barragens, mas também em enchentes e secas”, destaca dra. Laiza Bonela, que coordenou as ações de resgate em Brumadinho e é presidente da Comissão de Medicina Veterinária Legal do CRMV-MG.

Também participaram da reunião o secretário-geral do CFMV, dr. Hélio Blume, o presidente da Comissão de Medicina Veterinária Legal do CFMV, dr. Sérvio Túlio Jacinto Reis e outros membros da comissão. “Tanto o CRMV-MG quanto o CFMV, estão sensíveis à necessidade de prepararmos um grupo para atuar nos desastres não só em Minas Gerais, mas em todo o país”, pontuou dra. Laiza.

Fotos: Josemar Aragão/CFM